Chatbots de RH: Como proporcionar uma ótima experiência aos colaboradores




A competição sempre fará parte do cenário corporativo. Algumas empresas podem ter condições melhores, outras podem ter mais flexibilidade ou mais recursos. O que mais importa para continuar no mercado é cuidar das suas pessoas. Ter certeza de que está tudo bem, isso é, manter seus clientes e colaboradores satisfeitos com o que a organização lhes oferece.


Segundo a pesquisa “Employee Engagement Trends 2020: Insights and Benchmarks for Strategic People Leaders” realizada em 2020, 73% dos colaboradores estão abertos a novas propostas de trabalho e apenas 15% estão efetivamente engajados com os objetivos corporativos.

A experiência dos colaboradores de uma organização tem impacto em muitas áreas de seus negócios, como produtividade, cultura organizacional, retenção de pessoal e muitos outros fatores. Assim como é feito com seus clientes, é essencial garantir que todas as interações das equipes com a empresa sejam contínuas, eficientes e positivas. Se a experiência dos colaboradores não for adequada, o negócio pagará um preço por meio de processos ineficientes, pessoas frustradas ou insatisfeitas e potencialmente uma maior rotatividade.


Felizmente, a tecnologia pode ajudar. Os chatbots podem melhorar a experiência dos colaboradores de várias maneiras, para tornar sua vida mais fácil e fornecer maior eficiência para suas atividades.

Mas, o que é a experiência do funcionário?


A experiência do funcionário é, em sua essência, o total de interações que um único colaborador tem com seu empregador, em combinação com a percepção desse profissional sobre algumas características da empresa, como por exemplo: sua missão, estrutura física e organizacional, cultura organizacional e seu papel dentro dela.


Até há pouco tempo, a experiência nem sempre era tão considerada quando se pensava nos colaboradores. No início dos anos 2000, os empregadores estavam mais preocupados com um conceito bastante direto de satisfação do funcionário. Mais tarde, na década de 2010, o foco mudou da satisfação para o engajamento dos colaboradores. Nos dias de hoje, os empregadores mais antenados começaram a considerar um quadro mais amplo da experiência do funcionário, composta de um somatório de pequenas partes, como satisfação, engajamento, etc.

Uma pesquisa desenvolvida por Jacob Morgan, autor do livro “The Employee Experience Advantage”, aponta que existem três fatores ambientais principais da experiência do colaborador, onde um investimento pode levar a colaboradores mais satisfeitos e maiores condições para atração de talentos, resultando em maior lucratividade e produtividade:


  • O ambiente físico - tudo o que os colaboradores podem ver, ouvir, cheirar, tocar ou saborear.

  • Uma cultura positiva do local de trabalho - a forma como os colaboradores "se sentem" no trabalho, em relação ao que se espera deles diariamente. A atmosfera proporcionada pela estrutura, hierarquia e liderança da empresa.

  • A tecnologia no local de trabalho - as ferramentas de que os colaboradores precisam e têm disponíveis para fazer bem o seu trabalho.


Não é nenhum segredo que seus clientes sentirão as consequências de colaboradores infelizes, frustrados e insatisfeitos. Portanto, para uma empresa realmente abraçar a economia da experiência, além da experiência do cliente é preciso começar a pesquisar e investir na melhoria geral da experiência do colaborador.


Chatbots de RH: uma revolução na experiência do colaborador


Muitas pessoas ainda enxergam os chatbots como ferramentas voltadas para o cliente e que podem ajudar a melhorar a experiência do usuário final, seja como assistentes de atendimento ao cliente ou bots de geração de leads. No entanto, a mesma tecnologia pode desempenhar um papel fundamental na transformação da experiência do colaborador, assumindo algumas tarefas básicas, rotineiras e de alto volume.

Os chatbots podem viabilizar o autoatendimento de forma rápida e segura, 24 horas e 7 dias por semana, respondendo a perguntas, ajudando os colaboradores a completar tarefas de forma mais rápida e independente, enviando notificações personalizadas e fornecendo informações e dados específicos no momento em que são necessários. Na verdade, as possibilidades de uso dos chatbots em atividades de RH são ilimitadas.


Nesse contexto, não é nenhuma surpresa que a adoção de chatbots inteligentes e assistentes digitais cognitivos esteja crescendo à medida que as empresas buscam novas maneiras de construir uma experiência positiva para os colaboradores no local de trabalho.


Segundo a pesquisa “The Deloitte Global Millennial Survey 2020”, as gerações Y e Z representarão 75% da população empregada até 2025. Profissionais da geração Y (aqueles que nasceram entre 1980 e 1994) e mais recentemente da geração Z (os que nasceram entre 1995 e 2010) são nativos digitais, experientes em Internet e estão bem acostumados com plataformas de mensagens e desejam ter informações na ponta dos dedos. Ler um manual ou interagir com um ser humano geralmente leva muito tempo e eles preferem interagir com um chatbot inteligente para obter respostas e orientações instantâneas, no momento que desejarem.


Conclusão


Automatizar processos manuais complicados libera a equipe de RH para se concentrar em atividades estratégicas de alto valor para melhorar ainda mais a experiência do colaborador. Isso, por sua vez, cria um ambiente de trabalho mais positivo, profissionais mais felizes e, em decorrência disso, níveis mais altos de retenção de pessoal.

Como vimos, além de melhorar a experiência dos colaboradores, ter um chatbot inteligente como parte integrante da equipe de RH oferece muitas possibilidades de redução de custos, ganhos de eficiência e melhoria dos processos de negócio.


A Gabi do RH


A Gabi do RH é uma assistente virtual especializada em RH, que usa inteligência artificial e linguagem natural e está em constante processo de aprendizado. Trata-se de um canal de comunicação interna inovador, disponível 24 x 7, ágil e eficiente, que pode ser acessado via site, intranet, app corporativo e demais canais de comunicação digital da empresa. Sua empresa pode ter a Gabi por meio de uma assinatura mensal, baseada nas suas necessidades e nos atendimentos realizados, a partir de mil atendimentos por mês.

Entre em contato conosco para saber como podemos ajudar sua organização a ter um chatbot cognitivo especialista em previdência privada. Clique aqui.

Leia também os artigos de nosso blog e baixe os nossos eBooks.



Recomendamos que você leia também:


Posts Em Destaque
Posts Recentes